Plantas trazem vida à casa. Mas como cultivá-las em apartamento?

A pandemia nos colocou dentro de casa por mais tempo. Hoje passamos a maior parte do dia dentro do nosso lar. E com isto, tivemos tempo para perceber falhas que antes passavam “batidas”. E passamos a ter necessidade de enfeitar mais, fazer aqueles consertos que foram sendo adiados por meses e até por anos. Porque para ficar mais tempo em casa, precisamos que o ambiente seja harmonioso, que os equipamentos funcionem, que as paredes estejam pintadas.

E um dos fatores que contribui para que a casa fique mais aconchegante e mais alegre são as plantas naturais. Elas têm sido buscadas por muitas famílias como um componente de harmonização do ambiente de ate de decoração.

Está comprovado que plantas nos trazem equilíbrio emocional, contribuindo inclusive para nossa saúde. Mas, e quando a gente mora em apartamento, onde os espaços são menores e a incidência de sol muda de acordo com a posição da unidade residencial?

O principal quesito para ter sucesso está na escolha das espécies que têm mais facilidade de adaptação a estas condições. Integrar as plantas à decoração, distribuindo-as por diferentes peças e cantinhos da casa vai dar um ar mais lúdico ao seu jardim interno. E há muitas plantas que se dão bem em ambientes menores e com menor incidência de sol.

É importante escolher plantas que possam ser cultivadas em pequenos vasos, de forma que possam ser distribuídas pela casa, inclusive como um item decoração. Canteiros suspensos, que podem ser colocados em uma parede na varanda/sacada, os chamados jardins verticais, estão entre as tendências, e têm sido muito usados. É uma forma de decorar a casa, concentrando em uma parede uma série de plantas diferentes.

Entre as plantas que se dão bem em ambientes fechados, como os apartamentos, estão:

  • Espada de São Jorge
  • Violetas
  • Jiboia
  • Samambaia
  • Hera
  • Suculentas
  • Cactos
  • Flor de Maio
  • Lírio da Paz
  • Begônia
  • Costela de Adão
  • Bromélia
  • Orquídea
  • Antúrio